Resenha Ecos da Morte

Titulo: Ecos da Morte
Autor(a): Kimberly Derting
Editora: Intriseca
Ano: 2011
Paginas: 272


Sinopse:


Violet Ambrose tem dois problemas – o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade – Violet encontra cadáveres.
Desde pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.


Resenha:


Sabem aquele livro que enquanto você lê se arrepia toda e as lagrimas descem sem nem você perceber?
Ecos da morte tem essa capacidade.
Nesse livro, em um capitulo você vê aquele romance juvenil que torce desde o inicio, e no outro capitulo você conhece a mente de um psicopata muito bem detalhada. A Kimberly deve ter estudado muito bem sobre psicopatas para poder começar a escrever essa estoria.
Eu particularmente tive bastantes momentos de terror, estar dentro da versão de um cara que mata garotas por prazer é realmente assustador.
Porem a escritora compensou muito bem mostrando um romance tão lindo como foi da Violet e Jay.


"Ela nem percebeu a armadilha na qual estava caindo. Seus pais certamente a alertaram a respeito de estranhos, mas deveria tê-la preparado melhor."

"Como faria isso, se estava ocupada demais apaixonando-se pelo seu melhor amigo?"


Espero que gostem, boa leitura.
Nat Mota!

0 comentários:

Postar um comentário