TRECHOS FAVORITOS - O LADO FEIO DO AMOR

"Ele segura meu pescoço com mais força... e me mata.
Ou me beija. Não sei qual dos dois, pois tenho certeza de que a sensação seria a mesma. Sentir os labos dele nos meus é sentir tudo. É viver e morrer e renascer, tudo ao mesmo tempo."

"Não me pergunte sobre o meu passado - fala, com firmeza. - E nunca espere de mim um futuro."


"Não, Miles. Eu sigo. É assim que funciona entre nós. Você é solido, eu sou liquido, Você separa as águas, eu sou seu rastro."

"E percebi... bem agora... que Deus nos dá a parte feia para que possamos dar valor à parte bonita da vida."

"O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que perceba, você já voltou para a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no meio do caminho."

" Estou feliz porque estamos nos divertindo juntos. Estou triste porque estamos nos divertindo juntos. Estou com raiva porque estamos nos divertindo juntos e quero muito mais disso. Muito mais dele."

"Dói demais. Nunca soube que um coração podia suportar o peso do mundo inteiro."

"A diferença entre o lado bonito e o lado feio do amor é que o lado bonito é bem mais leve. A pessoa se sente como se estivesse flutuando. Ele ergue a pessoa. Carrega-a consigo... As partes feias do amor não são capazes de erguer uma pessoa. 
Elas puxam você para baixo.
Elas prendem você lá embaixo.
Afogam você."

Nat Mota!


0 comentários:

Postar um comentário