Resenha Amor Em Jogo



Título: Amor Em Jogo
Autor(a): Anaté Merger
Editora: Ares da Literatura
Ano: 2014 | Número de páginas: 378

Amor em jogo conta a história de Alix. Uma jovem com 21 anos que perde a mãe e se vê em estado de miséria quando se lembra que não tem mais onde morar, pois a fazenda que durante gerações havia pertencido a sua família fora tomada pelo banco devido a uma dívida que havia sigo adquirida quando uma praga assolou a plantação do lugar.
Alix se encontrava triste e confusa quando a presença de uma velha amiga Trixie (que antes se chamava Manon), a faz se levantar. Trixie a ajuda no que pode para arranjar um emprego, isso inclui melhorar a imagem de Alix, que não concorda nem um pouco com a parte de melhorar sua imagem porque acha que não há nada de errado em usar roupas velhas e fora de moda.

Durante esse tempo que está no apartamento da amiga, a mocinha aproveita para conhecer melhor a cidade em que estava, que era completamente diferente da sua. Em sua caminhada ela vai até o mercado do lugar e lá conhece Nathan, um jovem e belo rapaz, que trabalhava na barraca de geléias. Ele era gentil, educado e muito charmoso, o que logo chamou atenção da mocinha.
Eles se encontraram umas três vezes, mais ou menos, e sempre era uma conversa que não durava nem cinco minutos, mas mesmo assim, ela já tinha uma grande afeição por ele e vice-versa. Graças a amiga e a assistente dela, Zoé, a protagonista conhece um advogado que lhe oferece um emprego num organização chamada Confraria de Ases, mas antes de assinar o contrato ela precisa passar por alguns testes durante uma semana inteira.
E adivinhem só o que aconteceu?
Isso mesmo, ela passa em todos os testes e mesmo com Nathan alertando-a, Alix assina o contrato, sem ler direito e sem saber onde está se metendo. Para melhor explicar, ela trabalharia como empregada durante todo o verão na casa de um famoso ator americano chamado Clif Forestier, ou, pelo menos, foi isso que ela havia pensado que era.

Vou parar por aqui senão vou acabar contando mais do que devo. Vocês precisam ler esse livro e saber por si mesmos o quão bom ele é.
A obra conta com uma escrita simples, clara e objetiva, com personagens de tirar o fôlego, tanto maus, quanto bons, com um romance inacreditável, com algumas situações tensas, mas também com muitas (muitas mesmo) situações quentes.
Me surpreendi com a maneira de ser de alguma personagens, em muitas partes fiquei muita raiva de outros. Também me surpreendi com a forma que autora reforça a ideia que diz que não devemos assinar nada antes de ler e entender perfeitamente do que se trata. É mais uma forma de nos ajudar.
No livro também é reforçada a ideia de que o amor à primeira vista existe e que ele pode durar por um tempo inimaginável. Ensina que devemos saber perdoar por mais difícil que seja e que sempre temos que ouvir o outro antes de tomar uma decisão que possa mudar a vida dos dois.

Não deixem de ler Amor Em Jogo!
Bjinhux
~Gabriela Ofredi

0 comentários:

Postar um comentário