Resenha Encontrada- Á Espera do Felizes Para Sempre

Titulo: Encontrada- Á Espera do felizes para sempre
Autora: Carina Rissi
Paginas: 472 / Ano: 2014
Editora: Verus Editora

Sinopse:Sofia está de volta ao século dezenove e mais que animada para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke. No entanto, em meio à loucura dos preparativos para o casamento, ela percebe que se tornar a sra. Clarke não vai ser tão simples quanto imaginava.
As confusões encontram a garota antes mesmo de ela chegar ao altar — e uma tia intrometida que quer atrapalhar o relacionamento é apenas uma delas. Além disso, coisas estranhas estão acontecendo na vila. Ian parece estar enfrentando alguns problemas que prefere não dividir com a noiva.
Decidida, Sofia fará o que estiver ao seu alcance para ajudar o homem que ama. Ela não está disposta a permitir que nada nem ninguém atrapalhe seu futuro. Porém suas ações podem pôr tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir seu felizes para sempre é ela própria.
Em Encontrada: À espera do felizes para sempre, Carina Rissi traz de volta o mundo apaixonante de Ian e Sofia, nos permitindo mergulhar mais uma vez nesta maluca e envolvente história de amor.
 
Esse livro foi fraco, achei que deixou a desejar, em algumas partes senti muito tédio, sabe aquela vontade de virar algumas páginas e ir para a parte interessante, mas como uma boa leitora não fiz isso.

Deparamos-nos com muitas brigas da Sofia e o Ian, por motivos óbvios é claro, ela querendo agir como uma mulher do século 21, querendo usar calças, trabalhar e outras coisas, mas claro, Ian não aceitou.  A melhor parte do livro, foi Sofia se confessando antes do casamento, me rendeu muitas gargalhadas essa parte. Um trechinho para vocês:

“Havia uma  janelinha protegida por  intrincadas tiras de madeira, por isso eu não conseguia  ver o padre Antônio, apenas um vulto escuro através das frestas.
—Conte-me os seus pecados —disse ele.
—Hã...  certo.Eu não sei bem o que dizer.Eu pequei...?—tentei.
—Alguma vez desejou mal ao  próximo?
              Pensando em Carlos,  meu antigo   chefe,   respondi:
— Várias vezes.
—E se arrepende disso?
—Não muito   — admiti, remexendo uma linha solta a atadura.      
— O senhor precisava conhecer meu chefe. Ele é um completo idiota. Hã... Olha só, acabei de me lembrar de umas coisas. Eu disse alguns palavrões  e não  ajudei os         sem-teto porque achava que dar dinheiro a eles só contribuiria com seus vícios e... acho que é isso. Não, peraí. Muitas vezes  eu  desejei  socar a cabeça do Gustavo no triturador de papel do escritório. Nunca  fiz  isso,  claro, mas não sei  se o que conta é a intenção... E é isso aí. Foi bom falar com o senhor.”

Outra parte boa do livro foi a chegada da tia do Ian, Cassandra, eita mulherzinha chata pra cacete, toda vez que ela dá o ar da graça você sente uma enorme vontade de socar o livro.

“—Tia Cassandra! — sua exclamação continha desespero e irritação.     
 — Pensei que estivesse cansada da viagem.
—E estou, por isso serei breve.  Não gostei de minhas acomodações.
—Como disse?! —Fiquei na dúvida se Ian queria rir ou gritar.
—O quarto é pouco arejado. Exijo uma acomodação à minha altura.
  Ian soltou um longo suspiro.
   Amanhã falarei com  a governanta para preparar-lhe um dos outros quartos de hóspedes. Eu estou...  hã... um pouco ocupado agora, como pode imaginar.
— Que decepção, meu sobrinho. — Ela estalou a língua. —Nunca pensei que viveria o bastante para vê-lo dar as costas à sua família.”


Mas o final foi surpreendente, compensou o livro todo. A chegada da Nina. A visita da fada madrinha da Sofia. Teodora, quem diria que ela seria capaz heim. Seu Gomes e Madalena. A grande descoberta da Sofia que você não ia acreditar e tudo mais....  
Angs

0 comentários:

Postar um comentário