25 de jan de 2018

Resenha Trilogia Abandono


Tudo pode acontecer num piscar de olhos. Tudo.
Um.
Dois.
Três.
Pisque.
(...)
Portanto, escute meu conselho: Aconteça o que acontecer, não pisque.



Titulo: Abandono
Autor(a): Meg Cabot
Editora: Galera Record
Ano: 2013
Paginas: 304



Sinopse:


Pierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos.
É assim que ela conheceu John Hayden, o misterioso estranho que fez ela voltar a vida normal — ao menos a vida que Pierce conhecia antes do acidente — quase inacreditável.
Embora ela pense que escapou dele — começando em uma nova escola em um novo lugar — confirma-se que ela estava errada. Ele a encontra.
O que John quer dela? Pierce acha que sabe… também acha que ele não é um anjo da guarda, e seu mundo sombrio não é exatamente o céu. Mas ela não consegue ficar longe dele, especialmente porque ele está sempre lá quando ela menos espera, exatamente quando ela mais precisa.
Mas se ela deixa cair qualquer coisa, ela pode se ver no lugar que ela mais teme. E quando Pierce descobre uma verdade chocante, sabe de onde John a salvou: o submundo.


Resenha por Sophia:

   Li rapidamente em uma resenha que Meg tinha errado feio nessa trilogia, mas fala serio, como eu não iria me apaixonar por um livro que começa assim? Me arrepiei toda, como se a morte estivesse ao meu lado lendo o livro comigo hahahaha.
   Minha opinião é que como em todos os outros livros dela, ela acertou lindamente. A questão é que já passamos por tantas outras histórias com a Meg, e tantos outros livros parecidos com outros autores que tornou algo já conhecido. Estávamos esperando algo estilo Mediadora e comparado a isso, a trilogia é realmente fraquinha.
   Entenda:
   Pierce, assim como suas outras protagonistas é forte e decidida (o que me ganha facill em uma leitura). Achei ela um pouco focada demais em dar amor a John (nome lindo), acho que poderia ter mais ação e menos mel. O motivo de John ser o Rei do Mundo Inferior foi muito fraco. Muita gente fez pior e nem por isso ta comandando o Mundo Inferior (eu acho rsrs)
   A batalha deles contra Fúrias? Olha, foi legal, poderia ser mais empolgante, mais sangrento, ter mais batalhas.
   O livro dois, Inferno, me fez demorar mais na leitura, John segurou a historia nas costas, gente quem não quer ter um John desses mesmo tendo que viver no Submundo?

"A experiência me dizia que, apesar de os sonhos não deixarem cicatrizes – pelo menos não cicatrizes que as pessoas pudessem ver – às vezes eles deixavam uma dor que podia ser horrível da mesma forma."

   Já o livro trouxe a antiga Meg, na batalha final, as conversas de Pierce e Kayla foi pura escrita Meg Cabot, mesmo sendo uma situação séria e complicada faz a gente estourar de gargalhadas. Eu realmente recomendo essa trilogia, é gostosa e fácil de ler, mas vá ciente que não 100% Meg Cabot!!

"O tempo cura todas as feridas, sabe, Srta. Oliveira. Até mesmo neste lugar."

"E agora, quando a tempestade vier, em vez de fugir, vou encará-la de cabeça erguida. Espero que ela esteja pronta para mim."


Nenhum comentário:

Postar um comentário