Resenha Golfinhos e Tubarões - O outro mundo

Titulo: Golfinhos e Tubarões - O outro mundo
Autor(a): Tais Cortez
Editora: Chiado Editora
Paginas: 419
Ano: 2013


Sinopse:

 Aos cinco anos, Victoria foi adotada por Ana, presidente de uma indústria de cosméticos, e Greg, um bem-sucedido advogado. Ela não entende por que não se lembra dos verdadeiros pais e não acredita na suposta causa da morte deles.
Ao completar quinze anos, estranhas mudanças começam a acontecer. Seus cabelos ruivos escurecem, ela se torna cada vez mais forte e rápida, seus sentidos ficam aguçados e alguns dos seus sonhos passam a ser premonições.
Após a visita de um casal peculiar, ela é levada para um mundo desconhecido e único, onde terá que aprender a controlar suas habilidades, frequentando aulas diferentes de tudo o que já viu.
Lá ela conhece Alex. A atração entre os dois é imediata, mas ele se recusa a se aproximar de Victoria e de qualquer outro aluno. Ainda assim, o destino se encarrega de uni-los e Alex passa a protegê-la e ajudá-la.
O que Victoria não sabe é que ele esconde um segredo que mudará sua vida, e que o passado pode estar mais perto do que eles imaginam...



Resenha:

Vamos começar por: Incrível.
Logo nas primeiras paginas já foi possível perceber que o livro seria extraordinário.
Engoli as primeiras 40 paginas em um piscar de olhos, parando apenas para dizer aos amigos o quão apaixonada eu estava. Fazia muito tempo que um livro (de qualquer origem) me prendia logo nas primeiras paginas. 
Eu me senti realmente em outro mundo, minha vontade era de sair gritando e pulando pelo meio da casa de tanta alegria rsrs.

Victoria é uma garota que nunca teve nada de normal em sua vida, e no momento o que mais lhe perturbava era descobrir como seus pais morreram e o porque daquele garoto, Alex, a mantinha sempre distante.

Me torturou a coitada da Vic sofrendo para descobrir a verdade, e me irritou bastante, todas as vezes que Alex a afastou. Tive muita vontade de dar uns murros nele rsrs, mas nem durava muito, porque os sentimentos da Vic eram muito fortes. 

"Era aquele garoto pálido de cabelos negros como carvão, cujo rosto tinha traços perfeitos e belos olhos azuis que mudavam de cor. Eu desejava revê-lo, tocar sua pele e conversar com ele. Eu queria rever aqueles olhos tao tristes e descobrir a razão daquela tristeza."

Tais tem uma escrita jovial e deliciosa, isso fazia com que eu mergulha-se dentro da historia como se tivesse, eu mesma vivendo-a. 

"Eu vi o mar abaixo de mim, escuro e agitado. As ondas se envolviam em uma fúria inexplicável... De repente, uma floresta comprida e densa surgiu e comecei a sobrevoá-la... Olhei fixamente a construção junto a mim. Era um enorme castelo, como sempre imaginei que fossem os dos contos que lia quando pequena."

Acompanhar o desenvolvimento das habilidades da Vic era algo delicioso e divertido, deixando a maior parte do livro leve e encantador. E pude gritar de alegria quando finalmente Vic e Alex ficaram juntos.

"Olhar para ele me encantava e concluí que, se eu pudesse escolher meus sonhos, seria aquele rosto que veria todas as noites da minha vida... Eu o seguiria por todo o mundo, naquele mesmo instante, se ele me pedisse."

O motivo da morte dos pais da Vic foi diferente de tudo que eu imaginei, eu fantasiei varias formas daquilo ter acontecido, porem a verdade foi dolorosa e honrosa. 
A preocupação tomou conta de mim quando eu via as paginas acabando e saber que o grande fim estava chegando. O livro é todo formado de descobertas aventuras e amor, temia que varias mortes estavam próximas.

O que posso dizer a vocês é que eu me surpreendi do primeiro capitulo ao ultimo. Até quando achei que já não tinha mais surpresas, eu vi que estava errada. Recomendo esse livro a quem quer viver uma aventura, um amor ou a quem quer apenas algo que faça você perder o folego.

"Entretanto, eu tinha certeza que o nosso amor era forte e solido como uma rocha. Nada poderia nos abalar, nem nos separar e, enquanto estivéssemos juntos, enfrentaríamos qualquer obstaculo que surgisse em nossos caminhos. Nós poderíamos vencer o mundo... porque, diante do nosso amor, o mundo parecia se curvar..."

Boa leitura!
Nat Mota.
















1 comentários:

  1. Natyyyyy
    Adorei a resenha!!! Obrigada!
    Foi maravilhoso acompanhar seus desabafos, ameaças e posts enquanto lia rsss
    Eh muito legal quando percebo o quando o leitor está envolvido pela história, e eu senti muito isso em vc!!!
    Fico feliz q o enredo a tenha prendido desde o início e q tenha se surpreendido em diversas partes!!!
    Que venha agora O último homem do mundo! Rsss
    Bjsss e sucesso ao blog!

    ResponderExcluir