Resenha Delírio











Titulo: Delírio
Autor(a): Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Paginas: 342
Ano: 2011


Sinopse: Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga que todos os cidadãos sejam curados ao completar dezoito anos.

Lena Haloway está entre os jovens que esperam ansiosamente esse dia. Viver sem a doença é viver sem dor: sem arrebatamento, sem euforia, com tranquilidade e segurança. Depois de curada, ela será encaminhada pelo governo para uma faculdade e um marido lhe será designado. Ela nunca mais precisará se preocupar com o passado que assombra sua família. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica, o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas.

Faltando apenas algumas semanas para o tratamento, porém, o impensado acontece: Lena se apaixona. Os sintomas são bastante conhecidos, não há como se enganar — mas, depois de experimentá-los, ela ainda escolheria a cura?.



Resenha


" Há sessenta e quatro anos o presidente e o Consórcio identificaram o amor como uma doença, e faz quarenta e três 
anos que os cientistas descobriram uma cura."

  Assim que começa o livro, e com essa simples frase que você começa a ler e fica super curiosa para saber como que o amor pode ter uma cura. Mas você pensa, o amor é uma doença? De acordo com eles sim, e se chama "Amor Deliria Nervosa". Eles acham que o motivo de tanta violência,tanta guerra, que os suicídios e homicídios eram por causa do amor, dai você pensa, o que? esse povo é doido, foi isso o que pensei.

   A protagonista Lena acredita intensamente que o amor é realmente uma doença, que tudo o que aconteceu de ruim na sua vida foi por causa do amor, e ela conta os dias para que sua intervenção aconteça. Lena tem plena confiança de que as imposições das autoridades, como a intervenção cirúrgica,o toque de recolher e as patrulhas-surpresa pela cidade, existem para proteger as pessoas. Ela acredita que sua mãe se matou, por que ela era imune a intervenção e ela não aguentou, maior parte do livro ela é fiel a isso, que o amor deliria nervosa, acabou matando sua mãe.

"O passado não passa de um fardo. Ele pesará dentro de você como uma pedra."

   Mas claro, tudo tem que mudar quando você se apaixona, Alex mostrou para ela que tudo oque o governo prega é mentira, que o amor pode ser lindo, que existe rebeldes que não acreditam que o amor seja uma doença e viraram refugiados e são muitos felizes. E Lena descobre um grande segredo que faz com que tudo isso mude.

"Disseram que o amor é uma doença. Disseram que ele acabaria nos matando. Pela primeira vez percebo que isso também pode ser mentira."

   Lauren Oliver soube nos prender muito bem no decorrer do livro, mas ela também souber terminar o livro com chave de ouro,você não sabe que acabou até ver que não tem mais nada, e fica, como? já acabou? mas oque aconteceu com Lena?

"Corro durante não sei quanto tempo, Horas, talvez, ou dias.
Alex me disse para correr, Então, corro."

Cuidado, pois o amor é uma doença e você pode está infectado.

Angs





0 comentários:

Postar um comentário